Curitiba: 41 3322-5885 | Canoas: 51 3286-0019 | Salvador: 71 3342-0867
A contratação de um síndico deve estar prevista em convenção
Carleci Campos diz que um síndico deve ser atento e pensar muito ao tomar uma decisão

Carleci Campos diz que um síndico deve ser atento e pensar muito ao tomar uma decisão Foto: Alexandro Auler

Para que um condomínio seja gerenciado por um síndico profissional é preciso saber se a convenção permite. Só a vontade de ter um síndico contratado não é suficiente. É necessário que a convenção do condomínio determine que isso é possível.

— Existem convenções que limitam o exercício da função a condôminos — diz a gerente do departamento jurídico do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi Rio), Solange Santos.

Nesses casos, somente com a modificação da convenção pode-se utilizar essa forma de gestão. Para isso, é necessário que ao menos dois terços dos condôminos sejam a favor.

Da mesma forma que os síndicos moradores, os profissionais devem ser eleitos em assembleia. Podem, também, ser contratados com carteira de trabalho assinada.

— Caso seja contratado como autônomo ou como empregado, pela CLT, o prazo deverá coincidir com o tempo previsto na convenção para o mandato do síndico — explica Hamilton Quirino, advogado especialista em Direito Imobiliário.

Entre os cuidados na hora de escolher a pessoa, a dica é buscar o histórico e as referências profissionais da pessoa que vai assumir o cargo.

— Deve, ainda, ter conhecimento da matéria, para tomar as melhores decisões — afirma a gerente geral da rede Protel, Cristiane Salles.

Solange também diz que é importante prestar atenção à disponibilidade de tempo da pessoa que será contratada:

— Deve-se avaliar o tempo que ela vai ficar no condomínio. Acho que ao menos duas ou três vezes por semana para tomar pé das questões — conta.

Morador também tem seu espaço

Um jogo de xadrez. É assim que Carlese Lopes de Campos, de 50 anos, síndico do Condomínio Edifício Márcio, na Tijuca, define seu papel.

— O síndico deve ser atento e pensar muito ao tomar uma decisão para que não seja errada e não cause uma fatalidade. Ele deve ser um estrategista — diz.

Ele também acredita que o síndico é um conciliador entre as pessoas e morar no condomínio que administra facilita o relacionamento com os vizinhos. Há nove anos, Campos, que é formado em Administração, é o responsável pelo condomínio onde mora. Resolveu assumir a tarefa pois é o mais jovem entre os condôminos. A maioria deles, aposentada, pediu para que Carlese ficasse no cargo por mais tempo.

— Antes, tinha um rodízio entre os moradores — diz.

Justamente pela idade dos vizinhos, Campos, que teria direito a pró-labore — o equivalente a um salário mínimo — decidiu abrir mão do benefício. E ainda paga o condomínio.

— Gosto de administrar e prestar ajuda a uma sociedade, que, neste caso, é o meu condomínio.

Ele ainda conta com o apoio de uma administradora de condomínios, em sua gestão.

— Ela me auxilia em questões de leis e na contratação de profissionais e serviços.

 


 Fonte: Extra

Portal Curitiba

Endereço: Rua Riachuelo, 31, Cj 1201, Centro - CEP: 80020-250

Tel/Fax: (41) 3322-5885

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br


Portal Canoas

Endereço: Rua Domingos Martins, 261, Sala 202, Centro - Canoas - RS

Tel/Fax: (51) 3286-0019

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br

Portal Salvador

Endereço: Rua Alceu Amoroso Lima, 470, 11º andar, conj. 1106. CEP: 41820-770

Tel/Fax: (71) 3342-0867

E-mail: contatosalvador@portalcobrancas.com.br

Desenvolvido por Seens Tecnologia da Informação