Curitiba: 41 3322-5885 | Canoas: 51 3286-0019 | Salvador: 71 3342-0867
Água em condomínios

Entenda os principais problemas enfrentados e suas origens e saiba como e por que economizar água no seu prédio

O alto gasto com água é hoje um grande problema para os condomínios. Dependendo da estrutura do prédio e do número de moradores, o custo da água pode atingir o topo dos maiores gastos de todo o seu orçamento condominial.

Veja abaixo alguns fatores que influenciam diretamente nessa questão:

Hidrometração coletiva

A medição coletiva de água é provavelmente a maior vilã dos condomínios. Isso porque, neste formato de medição de consumo, o volume gasto nas partes comuns e individualmente por cada apartamento é somado e dividido igualmente entre os moradores, independente do número de pessoas em cada unidade. Além de injusto, este critério fomenta desperdícios, pois ninguém sabe ao certo quanto é o seu gasto particular.

Vazamentos

De acordo com a Sabesp, uma torneira pingando um filete de água de 3 milímetros durante um dia inteiro equivale a 8 mil litros de desperdício, o necessário para abastecer uma escola de 240 alunos. A falta de manutenção estrutural adequada contribui para os vazamentos, uma vez que, sem a manutenção preventiva, a chance de canos e equipamentos apresentarem problemas é muito maior. O resultado pode ser observado no consumo elevado.

Conduta de funcionários

Quem nunca viu seu porteiro lavar a calçada e os carros da garagem com a mangueira do prédio?  A cena é comum, porém, muito prejudicial ao condomínio. A água que está sendo utilizada para estes fins é tratada e cara, o que configura um desperdício considerável em termos de volume.

Comportamento de condôminos

Você sabia que aproximadamente 70% dos gastos com água em apartamentos ocorre nos banheiros? O dado é da Cedae e mostra que alguns comportamentos individuais de moradores no único local em que não há ninguém os vigiando, são responsáveis pela maior parte dos gastos desnecessários de água: cantar no chuveiro e não fechá-lo ao se ensaboar e escovar os dentes com a torneira aberta lideram os desperdícios no banheiro, que também conta com os disparos de descargas prolongados.

Nem só de vilões é composta a jornada diária dos condomínios quando o assunto é água. Ao mesmo tempo em que é considerado o gasto mais alto das despesas fixas de um condomínio, o consumo de água pode e deve ser reduzido, visando não só a preservação do meio ambiente, mas também a diminuição imediata de seu custo mensal.

Ok, legal. Mas a pergunta que não quer calar é: como diminuir o consumo? Levantamos algumas alternativas com efeitos de médio e longo prazo, que podem reduzir em até 30% os gastos com águaConfira:

Medição individualizada

Medir a água individualmente é a melhor opção para controlar o seu gasto particular, pois desta forma cada apartamento paga somente o valor equivalente ao seu consumo interno de água. De acordo com a empresa ISTA Brasil, especializada em criar medição individual de consumo de água, a redução no consumo pode chegar a 30%.

Auditoria de vazamentos

Verificar e acompanhar de perto os possíveis locais de vazamento de cada uma das unidades de um condomínio é fundamental para evitar o gasto desnecessário. Só através de uma manutenção preventiva é possível estar preparado para corrigir os vazamentos antes que os mesmos se transformem em desperdício.

Água de reuso

Se o primeiro passo é verificar os desperdícios dentro do seu apartamento, o segundo é pensar em formas de economizar o consumo nas áreas comuns do condomínio. Atividades que não exigem água 100% limpa podem ser feitas com água de reuso, uma água tratada que somente não é própria para o consumo humano. A manutenção de jardins e a lavagem de calçadas, por exemplo, são situações em que esta água pode ser utilizada. O mesmo vale para os sanitários. Semanalmente, a CEDAE armazena cerca de 88 mil litros de água para suprir estas demandas no Rio de Janeiro.

Produtos econômicos

A redução de gastos com água também ganha reforço através de equipamentos econômicos. Para quem busca design e tecnologia, a linha de produtos sustentáveis da Deca pode ser uma alternativa. Entre suas peças destacam-se válvulas com acionamento para dejetos sólidos e líquidos, mictórios e torneiras que utilizam a mesma água gasta na lavagem das mãos e temporizadores para chuveiros.

Lembre-se que as ações e dicas acima só terão sucesso se implantadas junto a um processo de conscientização, tanto no seu condomínio, quanto na sua vida social. Educar é verbo de ordem na preservação de um recurso tão valioso como a água. Sem as mudanças de comportamento, as estruturais acabam sendo ineficazes a longo prazo.

 Fonte: Condomínios Verdes

Portal Curitiba

Endereço: Rua Riachuelo, 31, Cj 1201, Centro - CEP: 80020-250

Tel/Fax: (41) 3322-5885

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br


Portal Canoas

Endereço: Rua Domingos Martins, 261, Sala 202, Centro - Canoas - RS

Tel/Fax: (51) 3032-4099

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br

Portal Salvador

Endereço: Rua Alceu Amoroso Lima, 470, 11º andar, conj. 1106. CEP: 41820-770

Tel/Fax: (71) 3342-0867

E-mail: contatosalvador@portalcobrancas.com.br

Desenvolvido por Seens Tecnologia da Informação