Curitiba: 41 3322-5885 | Canoas: 51 3286-0019 | Salvador: 71 3342-0867
Como reformar a sua casa?

Reformar ou não o imóvel para colocá-lo a venda? A reforma pode proporcionar muitos benefícios, mas a escolha tem que ser bem pensada e junto com um profissional

A reforma tem que ser vantaojosa. Mas para que ocorra sem problemas, tem que ser acompanhada de especialista da área

Vista por muitos como forma de valorizar o imóvel, a reforma pode acelerar a venda e aumentar o preço do bem em alguns casos. Até mesmo aqueles que cansaram da aparência do lar e desejam dar um up ou consertar algo que esteja desconforme com o bem estar da família, a reforma pode ser uma aliada.  Para os especialistas, as reformas são recomendadas, mas tem que ser feita com atenção.
Para aqueles que desejam reformar o imóvel aonde moram, a obra se torna algo lucrativo independente do gasto. A final, é para o próprio usufruto da família e é um ambiente no qual pode chamar de seu. “A casa fica com a cara do cliente, os ambientes divididos de acordo com suas necessidades e sempre com técnicas e tecnologias mais atuais”, afirma a arquiteta Circe Millano.

A tendência para as reformas em 2013, de acordo com Circe, é utilizar do Estilo Hight Low, uma obra que procura o melhor pelo menor custo, reduzindo também o tempo de obra. Opções modernas são as dry wall (placas de gesso com estrutura em aço galvanizado), que podem ser instaladas sobre os pisos e sob os forros existentes sem necessidade de demolições. A colocação é de “piso sobre piso”.

Além dos materiais para pisos e forros, as tecnologias bio sustentáveis estão em grande parte da obra. De acordo com o diretor técnico da construtora Tecpro Engenharia, Marcelo Guido, os acessórios mais utilizados são as de energia solar para aquecimento de água e para iluminação (já existem luminárias que funcionam com energia solar e podem ser aproveitadas nas áreas externas), os de reaproveitamento de águas pluviais, que é um sistema de armazenamento e reutilização de água da chuva, além dos aparelhos sanitários economizadores e as torneiras com arejador e/ou temporizador, que reduzem os volumes de água utilizados.

Reformar tem que ser com planejamento

Imaginar o resultado da reforma da casa é sempre bom, mas o problema é quando a obra não sai como se imaginou e os custos vão muito além. Para evitar esse problema, o mais indicado é planejar a reforma, analisando cada etapa, prevendo gastos excessivos e tempo perdido.“Escolha sempre um profissional experiente e procure conhecer o trabalho dele, evitando possíveis dores de cabeça”, indica a arquiteta Circe Millano.

Caso o proprietário resida no imóvel, pode-se isolar áreas específicas da residência para a realização da reforma de maneira que os ambientes onde não terão alterações possam ser utilizados pelos moradores. Mesmo que haja serviços em todos os ambientes, pode-se planejar a execução de forma a haver sempre ambientes disponíveis.

Marcelo Guido afirma que as reformas mais complexas viabilizam tempo e dinheiro, por isso devem ser bem estudadas

Atualmente, com as tecnologias de reforço estrutural disponíveis, não há problemas quanto aos aspectos do imóvel. Pode-se viabilizar todo tipo de alteração necessária para a reforma, porém as complexas são caras e é mais racional estudar outras soluções, defende o diretor da Tecpro Engenharia, Marcelo Guido.

Já existe em Brasília empresas como a Doutor Resolve, que nasceu da percepção das necessidades do mercado. O diretor-presidente da empresa, David Pinto, oferece serviços de manutenção e reformas de imóveis com novos conceitos de qualidade, segurança e garantia. Atualmente, conta com mais de 580 franqueados em 25 estados brasileiros.

A Doutor Resolve cuida da obra e fornece os profissionais qualificados. A empresa possui uma escola que forma os profissionais antes de atuar. “Contratamos mão-de-obra de nossa própria rede, além disso, fazemos uma prova de conhecimentos técnicos, se não tiver nota mínima 8, não é contratado”, afirma David Pinto.

Reforma x venda

Quando se tem um imóvel e deseja colocá-lo a venda, muitas dúvidas surgem, principalmente se é melhor reformá-lo ou antes de vender. Muita gente acredita que ele será mais valorizado, mas o valor do ambiente é contabilizado pelo metro quadrado. Especialistas afirmam que a ideia não é boa, a não ser que seja uma reforma simples.

Uma renovação na pintura dos cômodos, na troca de carpetes e uma boa faxina são bem vistas. “Se você deixar o imóvel com aparência de velho, poderá ter de vendê-lo por um preço abaixo. Se pintá-lo e ele ficar bonito, o preço sai dentro do esperado, afirma o corretor de imóveis Pedro Melucci, que acrescenta que uma residência muito desgastada pode receber propostas até 30% menores do que se estivesse com uma aparência melhor. Para ele, renovar antes de vender quase nunca é um bom negócio. O motivo é que  não há compradores dispostos a desembolsar muito mais devido a uma reforma.

Fonte: Jornal da Comunidade

Portal Curitiba

Endereço: Rua Riachuelo, 31, Cj 1201, Centro - CEP: 80020-250

Tel/Fax: (41) 3322-5885

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br


Portal Canoas

Endereço: Rua Domingos Martins, 261, Sala 202, Centro - Canoas - RS

Tel/Fax: (51) 3286-0019

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br

Portal Salvador

Endereço: Rua Alceu Amoroso Lima, 470, 11º andar, conj. 1106. CEP: 41820-770

Tel/Fax: (71) 3342-0867

E-mail: contatosalvador@portalcobrancas.com.br

Desenvolvido por Seens Tecnologia da Informação