Curitiba: 41 3322-5885 | Canoas: 51 3286-0019 | Salvador: 71 3342-0867
Quer comprar um imóvel? Confira 10 passos para se planejar financeiramente

Traçar metas e juntar dinheiro são os pontos iniciais para conseguir alcançar seu sonho

Como você pretende comprar seu imóvel, à vista ou financiado? Não importa a maneira, o investimento é alto e exige planejamento financeiro. É preciso guardar dinheiro, escolher o melhor rendimento, pesquisar e ter prioridades na hora de gastar. Quer saber mais? Veja os 10 passos que os economistas recomendam.

1. Tire um tempo para refletir sobre seu orçamento

planejamento financeiro

O primeiro passo de todo planejamento é avaliar a situação na qual estamos inseridos (Foto: Shutterstock)

Acesse seu extrato bancário e avalie o quanto você tem conseguido poupar por mês, ensina o economista Eduardo Reis Araújo, conselheiro do Conselho Federal de Economia (Cofecon). “O ideal é que essa reflexão seja feita em família, para uma avaliação mais precisa”.  Qual é o saldo da sua disponibilidade financeira atual? Tem dívidas a vencer ou tributos a pagar?  Faz ideia do custo mensal da família? Avalie cada detalhe e elabora o seu planejamento financeiro.

2. Organize suas contas

É preciso analisar os gastos e quitar as dívidas existentes (Foto: Shutterstock)

O professor Daniel Cavagnari, coordenador do curso de Gestão Financeira do Centro Universitário Internacional Uninter, sugere mudanças de hábitos. “Aquele pouco que você gasta pode representar um grande valor em um período longo. O cálculo é sempre anual”, diz ele. Como exemplo, o professor cita um passeio no parque aos domingos. “Gasto de R$ 50 por fim de semana representa praticamente R$ 2,7 mil no ano”.

3. Acompanhe suas metas e comemore

planejamento financeiro

Comemorar os momentos positivos ajuda a manter o foco (Foto: Shutterstock)

A parte mais difícil é cumprir com o planejamento financeiro. Você pode colocar no papel um “quadro de metas”, com uma coluna de economia mensal proposta e a economia realizada.  Deixar esse quadro em local de fácil acesso  (por exemplo, atrás da porta do quarto), pode ajudar a lembrar do seu plano de economia para adquirir o imóvel. “É um estímulo visual com resultados comprovados”, diz Araújo.

4. Aplique seus recursos numa corretora

Aplicar os recursos em uma corretora pode fazer com que o dinheiro renda mais (Foto: Shutterstock)

Corretoras de valores são as opções mais indicadas para quem busca potencializar rendimentos.  “Atualmente a poupança só remunera com taxa de 4,5% ao ano. As opções de produtos de renda fixa em bancos tradicionais também são pouco rentáveis”, avalia o conselheiro do Cofecon.

5. Peça ajuda de um economista para montar sua carteira de investimentos

planejamento financeiro

A figura do economista pode ser útil em momentos de dúvidas e confusão (Foto: Shutterstock)

Se você não tem tempo disponível e quer buscar uma alternativa mais segura para guardar o dinheiro, pode consultar um economista para te dar orientações de onde aplicar. “Uma combinação de  produtos financeiros conservadores com outros mais arrojados pode ser ideal para ampliar a rentabilidade”, ressalta Araújo.

6. Pesquise os preços de imóveis que você pretende comprar

Utilize ferramentas da internet para analisar o preço dos imóveis disponíveis (Foto: Shutterstock)

Pesquisa de preço de imóvel é fundamental pois pode ajudar a ter melhor conhecimento do preço do metro quadrado da região de interesse. Isso pode ser útil para se mapear oportunidades. Ajuda na argumentação e na tentativa de convencer o vendedor de oferecer melhores preços.

7. Não se iluda com preços milagrosos

planejamento financeiro

Desconfie quando a proposta for muito diferente dos outros imóveis disponíveis (Foto: Shutterstock)

Nesses casos, investigue, desacredite. O dinheiro para a entrada do imóvel foi o mais suado da sua vida, então não o perca para um vigarista com sorriso cativante e olhar cansado.

8. É o momento certo de barganhar!

Não tenha medo de negociar o valor de um imóvel (Foto: Shutterstock)

A crise econômica criou uma situação de estabilidade de preços no mercado imobiliário, tornando favorável ao comprador. As vendas tiveram queda significativa e isso pode ser oportunidade para se fazer um bom negócio. Portanto, deve-se buscar descontos.

9. Conheça condições de pagamento

planejamento financeiro

Analise muito bem todas as possibilidades de pagamento que lhe forem oferecidas (Foto: Shutterstock)

Há muitas opções de financiamento em diversos bancos e até mesmo nas construtoras, mas a maioria dos recursos vem da Caixa Econômica Federal, até mesmo de outros bancos. “Nesse caso teremos boas taxas de juros“, diz Daniel Cavagnari.

10. Atenção ao custo do financiamento imobiliário

Financiar um imóvel prevê diversos custos, por isso é importante estar atento (Foto: Shutterstock)

O saldo devedor do financiamento pode criar despesa elevada nos juros, prejudicando o planejamento financeiro. Em alguns casos, pode ser mais vantajoso pagar aluguel do que juros. “O site do Banco Central oferece opção para comparação do custo de juros de financiamentos imobiliários. É uma boa alternativa para localizar as instituições com melhores preços desse serviço”, ensina Eduardo Reis Araújo.

Fonte: https://revista.zapimoveis.com.br/

Portal Curitiba

Endereço: Rua Riachuelo, 31, Cj 1201, Centro - CEP: 80020-250

Tel/Fax: (41) 3322-5885

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br


Portal Canoas

Endereço: Rua Domingos Martins, 261, Sala 202, Centro - Canoas - RS

Tel/Fax: (51) 3032-4099

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br

Portal Salvador

Endereço: Rua Alceu Amoroso Lima, 470, 11º andar, conj. 1106. CEP: 41820-770

Tel/Fax: (71) 3342-0867

E-mail: contatosalvador@portalcobrancas.com.br

Desenvolvido por Seens Tecnologia da Informação