Curitiba: 41 3322-5885 | Canoas: 51 3286-0019 | Salvador: 71 3342-0867
Quer descobrir o segredo da felicidade em condomínios? A gente conta!

Contato com os vizinhos, com a natureza e até com a luz do sol podem fazer toda a diferença na qualidade de vida dos condôminos

Como um ser social, o ser humano foi feito para viver em comunidade. Porém, o crescimento das cidades vem aumentando a sensação de isolamento e tornando a presença online uma substituta do contato físico. Tendo em vista as dificuldades de locomoção, o pouco tempo hábil e a insegurança social – devido às altas taxas de criminalidade –, conviver em condomínios aparece como uma oportunidade de conexão e de convivência. Essa interação, segundo a psicóloga Micheline Matteussi, é um dos pontos mais relevantes quando se fala sobre felicidade. “O ser humano precisa da troca, da presença do outro, somente assim ele é feliz. O isolamento demasiado nos leva à depressão”, explica. Por isso, os espaços de convivência do condomínio são ideais para a formação de laços, de acordo com interesses em comum.

Com o tema de pesquisa “Conforto do Ambiente Construído”, a arquiteta Elisa Mielke cursa seu mestrado na Universidade Federal do Paraná (UFPR) estudando a fenomenologia do espaço, ou seja, a sensação percebida pelo morador sobre o ambiente. Ela descobriu que o conforto, além de ter uma conexão profunda com a felicidade, é algo muito pessoal, mas que ainda sim possui pilares em comum, como: funcionalidade, organização, iluminação, temperatura e estrutura. “O conforto está conectado à história pessoal, referências e memórias olfativas, táteis e visuais, mas algumas características gerais podem promovê-lo para um grande número de pessoas”, explica a profissional.

De acordo com Elisa, é preciso se ter em mente como é a iluminação natural nesses espaços, e melhorar a iluminação artificial, caso necessário. Além do conforto visual, a iluminação é fundamental para a valorização do ambiente como um todo, incluindo seu mobiliário e decoração. “O ambiente não deve ser nem frio, nem quente, e, se possível, é aconselhável que existam espaços com isolamento acústico para que as crianças possam brincar e os adultos, conversar, sem que se atrapalhe o restante dos moradores”, elucida. Outro ponto importante é uma decoração bem pensada, com estrutura funcional e completa, que forneça, por exemplo, talheres e conjuntos de pratos completo em salões de festa e espaços gourmet.

Interação e amizade aliados na vida em condomínio. — Foto: Divulgação

Elisa também ressalta a necessidade da conexão com a natureza como um refúgio e reconexão. “Seja por meio da implantação de uma horta, jardim, ou até mesmo de uma sacada ou janela ampla que revele a beleza natural, podemos resgatar essa relação”, exemplifica. Outro ponto a se destacar é a limpeza e o cuidado com os espaços de convívio, que segundo Micheline trazem qualidade de vida por meio da sensação de bem-estar e acolhimento.

“Presenciamos hoje cada vez mais condomínios que oferecem outras facilidades aos moradores, por meio dos espaços de convívio como academias, piscinas, salas para exercícios de concentração e reforço muscular. Isso certamente representa um fenômeno social que influencia o comportamento humano”, detalha a psicóloga. Para ela, a agitação dos novos tempos tem tornado cada vez mais difícil e inseguro sair de casa, e os ambientes de convívio dentro do condomínio podem representar a possibilidade de novas amizades e grupos de afinidade, reforçando o aspecto social, tão necessário para a felicidade.

Isso se deve ao fato de que, nesses espaços, as pessoas se conhecem por meio de atividades partilhadas. Os adolescentes podem fazer novos amigos, as mães podem se conhecer e trocar experiências enquanto os pequenos se divertem; a sensação de segurança e familiaridade impera. “É ótimo, pois mesmo sendo uma pessoa que mora sozinha, você nunca está realmente solitário. Cria-se uma rede de apoio em torno da pessoa”, defende a psicóloga, que ainda ressalta a importância da prática de esportes em quadras, dos salões de jogos e de festas, e churrasqueiras para que se possa receber convidados e fortalecer amizades, ou ainda de locais pet friendly para que os bichinhos de estimação possam fazer parte dessa convivência harmoniosa.

O sucesso de um espaço de convivência, seja um salão de festas, de jogos, academia ou espaço gourmet, está no seu uso contínuo. “Se as pessoas gostarem, vão utilizar. E quanto mais utilizarem, mais irão se relacionar uns com os outros, e a rede de conexões só tende a aumentar”, esclarece a arquiteta. Mas atenção: é preciso que haja organização e regras. “A desorganização externa, nos desorganiza internamente e também tende a gerar conflitos entre as pessoas. O ideal é que hajam regras, horários de funcionamento e acessibilidade a todos”, explana Micheline

Elisa ainda faz uma ressalva sobre felicidade e qualidade de vida. “Quando uma pessoa gosta de onde mora, ela cuida e preserva, diminuindo o consumo e a produção de lixo, por exemplo. Uma vida mais feliz, também é mais sustentável”, justifica. Para tornar o condomínio ainda mais funcional e atrativo, é possível instaurar um espaço para home office: a felicidade dos moradores está garantida.

Fonte: g1.globo.com

Portal Curitiba

Endereço: Rua Riachuelo, 31, Cj 1201, Centro - CEP: 80020-250

Tel/Fax: (41) 3322-5885

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br


Portal Canoas

Endereço: Rua Domingos Martins, 261, Sala 202, Centro - Canoas - RS

Tel/Fax: (51) 3032-4099

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br

Portal Salvador

Endereço: Rua Alceu Amoroso Lima, 470, 11º andar, conj. 1106. CEP: 41820-770

Tel/Fax: (71) 3342-0867

E-mail: contatosalvador@portalcobrancas.com.br

Desenvolvido por Seens Tecnologia da Informação