Curitiba: 41 3322-5885 | Canoas: 51 3286-0019 | Salvador: 71 3342-0867
Splits ganham espaço nos condomínios

As alterações climáticas com temperaturas acima da média e a melhoria do poder aquisitivo da população são alguns dos fatores que têm contribuído para aumentar a demanda da instalação de ares-condicionados, modelo Split, em condomínios residenciais ou comerciais nos últimos anos.

Porém, de acordo com Leandro Dutra da Silva, da Ar Clean Ar Condicionado, todo ambiente que será climatizado deve passar por uma avaliação prévia, seja para a instalação de aparelhos Split, janeleiro ou central, evitando aborrecimentos futuros. “Com a visita técnica e as primeiras orientações feitas por empresas especializadas é possível verificar o modelo ideal para cada espaço. Antes mesmo da estética, temos que nos precaver de qualquer possibilidade de risco, seguir o regulamento e as indicações dos fabricantes, adequando-os aos imóveis onde serão instalados”, explica o técnico.

Além do diagnóstico, o morador deve ter a autorização do síndico para a instalação do equipamento, pois, segundo Leandro, algumas decisões podem ter sido previamente estabelecidas no Regimento Interno do condomínio. “Tais autorizações são necessárias, por exemplo, para saber os horários de serviço, os acessos aos ambientes, os responsáveis por conduzir os profissionais aos locais de instalação, bem como para informá-los sobre as regras estabelecidas pelo condomínio”, relata o consultor.

Alternativas

No caso de condomínios mais antigos, Leandro sugere que o morador, juntamente com o consultor técnico da empresa de climatização, verifique as regras do prédio para as instalações de condicionadores de ar e as alternativas dispostas pela administração do condomínio, para, então, decidir sobre o modelo a ser instalado. “Com as informações em mãos será possível indicar o tipo de equipamento mais adequado para cada caso.

Quando autorizado somente a ocupação de espaço do tipo gaveta (janeleiro), por exemplo, é possível utilizar o modelo Split Window, que tem a unidade condensadora (externa) do tamanho de um de gaveta e a unidade interna similar aos Splits convencionais (evaporadoras), porém são necessárias algumas adequações para a fixação destas unidades” esclarece o especialista.

Conforme Leandro, o modelo Split Window foi desenvolvido pela engenharia de climatização para viabilizar as instalações em locais onde não são permitidas unidades condensadoras de tamanho convencional.

Com relação aos equipamentos do tipo Split, o consultor relata que existem diversos modelos, como por exemplo, o Split High Wall, de parede; o Piso Teto, instalado no alto do teto e o Cassete de sobrepor, embutir e centrais. “Cada modelo tem sua maneira correta de ser instalado, tanto para a unidade interna como a externa, adaptando-as às condições físicas dos imóveis e de seus ambientes em relação aos equipamentos indicados”, orienta.

Infiltração

Sobre a possibilidade de infiltrações, Leandro explica que sempre haverá riscos ao se abrir um espaço em alvenaria ou em outros tipos de paredes, porém estes riscos podem ser neutralizados com boas vedações de silicone, cimento, isolantes ou outros materiais, dependendo de cada situação.

Para os equipamentos já instalados, o técnico recomenda que recebam manutenções preventivas para manter os equipamentos higienizados, garantindo, assim, a vida útil, a qualidade e a segurança do ar para os usuários, além de manter o consumo de energia dentro da normalidade

Fonte: CondomínioSC

Portal Curitiba

Endereço: Rua Riachuelo, 31, Cj 1201, Centro - CEP: 80020-250

Tel/Fax: (41) 3322-5885

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br


Portal Canoas

Endereço: Rua Domingos Martins, 261, Sala 202, Centro - Canoas - RS

Tel/Fax: (51) 3286-0019

E-mail: contato@portalcobrancas.com.br

Portal Salvador

Endereço: Rua Alceu Amoroso Lima, 470, 11º andar, conj. 1106. CEP: 41820-770

Tel/Fax: (71) 3342-0867

E-mail: contatosalvador@portalcobrancas.com.br

Desenvolvido por Seens Tecnologia da Informação